Carnes:

¼ de coelho pequeno e tenro desossado cortado em pedaços pequenos, reservar as pelancas e ossos para um caldo.
50 gm. de chorizo espanhol com bastante páprica.

Verdura:

100 g de ervilha fresca
1 cebola média, branca, cortada em rodelas.
1 pimentão vermelho, médio, picado em pedaços pequenos.
1 tomate maduro, bem fresco, picado para fritar.
1 cabeça grande de alho, cortado em fatias bem finas.
3 raminhos de salsinha, picada.
100 g de favas brancas, re-hidratadas, salgar e ferver até ficar bem macias.
1 molho de alecrim fresco em rama.
4 pedaços couveflor, cozinhados em água e sal.

Temperos:

75 ml.de azeite de oliva, bem denso (se for espanhol melhor)
Sal à gosto pimenta calabresa a gosto
Açafrão em rama
Açafrão em pó ( colorante )
400 g de arroz parboilizado sem lavar.

Codornas com paella de coelho: 

Ingredientes para as codornas:
Uma codorna desossada, aprox. 150g por unidade
Sal grosso
Tomilho seco
Azeite de oliva
Preparo da codorna:
Limpar e temperar com sal grosso moído na hora e tomilho.
Untar a chapa com azeite de oliva, deixar ficar bem quente e grelhar a codorna, virando, até ficar bem tostada.
Preparar quando o arroz estiver pronto.  

 

Numa panela média fazer um caldo com os ossos do coelho, salsinha e 4 alhos inteiros.
Na frigideira, colocamos um pouco de azeite, quando bem quente vamos fritando o coelho e o chorizo em fogo lento afastando para os lados, não esquecer de ir salgando cada item à gosto.
Fritar as verduras,sem os tomates, da mesma forma que as carnes, sem esquecer de salgar cada verdura, afastando para os lados.
 À continuação fritamos a fava, salsa e, afastando também, finalizamos esta etapa refogando o alho que sobrou, até ficar bem amarelinho, jogando então os tomates, sem pele, bem picados, sempre colocando um pouco mais de azeite a medida que elaboramos o prato. A seguir vamos misturando tudo com uma escumadeira, continuando fritando e pingando azeite.
A partir deste momento temperamos com páprica, açafrão em pó e a pimenta.
Vertemos o caldo , que deve estar fervendo, e tão gostoso quanto uma canja, enchendo até quase a borda (hasta los clavos ), passamos para fogo alto, e deixamos ferver por pelo menos 20 minutos. É importante que, a esta altura, a frigideira esteja toda fervendo por igual.
Não deve ser mexida a mistura, o caldo trabalha pôr si só.
À continuação colocamos o arroz espalhando por igual em toda a extensão da frigideira e esperamos ficar pronto, de preferência um pouco durinho (al pico).
É importante deixar tostar bem o arroz no fundo da frigideira (socarrat).