Zé Maria Sultanum

Especialidade: Cozinha Variada

Zé Maria, nome que pode ser associado ao turismo e a gastronomia. Ligado ao comércio, Zé Maria trabalhou na década de oitenta no Recife na Socimasa, empresa atacadista da capital pernambucana. Por um desafio, rumou para Fernando de Noronha. Ele atendia a um pedido dos administradores da Ilha para suprir as necessidades de abastecimento alimentício de Noronha. Em 1989 instalou o Supermercado Noronhão.

Naquela época, a comunidade local e os poucos turistas que visitavam Noronha, tinham uma grande deficiência nas questões de suprimento. Zé implantou o Supermercado e a situação do abastecimento mudou para melhor. A partir de 1992 voltou atender as necessidades de Noronha e criou a Pousada domiciliar Zé Maria. Em pouco tempo tornou-se a melhor opção de hospedagem da Ilha, apesar da pequena quantidade de leitos, apenas quatro apartamento.

Com a pousada, aprimorou a habilidade de inovar na cozinha e criar pratos, com base nos peixes que ele mesmo pescava. Peixe fresco, frutas e muita criatividade deram a Zé Maria a fama de um alquimista na cozinha. Em 2002 voltou a mudar rumos e comandou as mudanças da pousada, que foi ampliada, o que fez crescer também a fama nacional e no exterior de bem receber e apresentar novos sabores aos clientes.

A Zé Maria criou o Festival Gastronômico, que toda quarta e sábado, atende cerca de 100 visitantes que provam 48 opções de pratos quentes e frios. O Festival está no roteiro turístico de Noronha. O restaurante, que também atende à la carte, é associado a Rede Boa Lembrança e é referência na Ilha.